Simão Costa

Músico, nasceu em 1979. O seu trabalho é encarado como um rizoma. Geralmente subterrâneo, podendo também ter porções aéreas. O território estável deste rizoma é o SOM, na sua dimensão fenomenológica, perceptiva, cultural, plástica etc. Ou mais simples, alguém obcecado e apaixonado pelo SOM, como material plástico, tangível, físico. Em 1998 termina o curso de piano no Conservatório Nacional com 20 valores. Em 2002 dobrou com rigor o diploma da Escola Superior de Música de Lisboa; mudou-se para Roterdão onde deu inicio ao seu trabalho de criação artística como auto-didacta. Nos diversos materiais, contextos, suportes, formatos que escolhe para apresentar o seu trabalho estão presentes 3 características que se expressam isoladamente ou em inter-relação: compositor, pianista e criador de instrumentos/objectos/código informático. É membro fundador da MãoSimMão - associação cultural. Dos trabalhos mais recentes destacam-se a edição do disco π_ANO PRE·CAU·TION PER·CU·SSION ON SHORT CIRCUIT, para piano solo e as esculturas sonoras interactivas C_vib. Em Jan de 2015 fez a sua primeira exposição individual “Silêncio e Sinestesia” na Galeria Mute em Lisboa, destacando o seu trabalho pela primeira vez em contexto de white cube, tópico das artes plásticas. Participa na exposição colectiva “musas inspiradoras” na Casa da Cerca Tem colaborado com artistas de diversas áreas e práticas. Das encomendas e residências artísticas destacam-se: 1º prémio 2007, categoria de música electroacústica para dança "Subterrâneos do Corpo" (coreografia homónima de Ana Martins), IMEB, Bourges |Encomendas: "A Estrela do MAr foi Viajar" e "Quando eu Nasci" Miso Music Portugal , Contos Contados Com Som | Tritone - música para video de animação, encomenda Produções Real Pelágio | pi_ADD(a) forte CCB fabrica das artes, entre outras. Residências: VICC Suécia | O Sítio da Artes - Fundação Calouste Gulbenkian |Programa rede de residências arte ciência e tecnologia, 1ª edição | Centro de experimentação artística Fábrica da Pólvora - CPAI |PRALAC - Lagos | CENTA - Vila Velha de Ródão. Vive e trabalha em Lisboa. O seu trabalho como pianista e/ou compositor foi apresentado em diversos festivais em Portugal e Espanha, França, Bélgica, Polónia, Holanda, Reino Unido, Grécia, Itália, Brasil.

Artista