Mariana Kaufman

Mariana Kaufman é cineasta e artista visual carioca, sócia da Fagulha Filmes. Graduou-se em Cinema (UFF) e Desenho Industrial (ESDI), estudou roteiro na NYU, pós graduou-se em roteiro na PUC Rio e fez parte do programa “Praticas Artísticas Contemporâneas” da EAV, Parque Lage. Atualmente faz Mestrado em Literatura, Cultura e Contemporaneidade na PUC RJ. Vem trabalhando com cinema e audiovisual há mais de 10 anos, nas áreas de edição, roteiro e direção, dando aulas de cinema e fazendo curadorias de festivais e mostras como a Retrospectiva Jia ZhangKe entre outras. Trabalhou e colaborou 3 anos com a cineasta Sandra Werneck, dentre outros cineastas. Em 2012 abriu uma produtora de cinema, com sua sócia Jo Serfaty, chamada Fagulha onde produziu, escreveu e dirigiu alguns curtas dentre eles “Confete” (2012), vencedor do premio de “melhor direção no FEMINA”, selecionado para mais de 30 festivais pelo mundo, como Festival do Rio, Edimburgh International Film Festival, Havana, FIDOCS entre outros. Atualmente finaliza o filme “A ilha do Farol” (contemplado pela Riofilme 2013) e se preparar para filmar o curta experimental em 16mm “Fotossíntese” (contemplado no edital da Rio Filme 2015). Em 2017 começa a escrever (a seis mãos) sua primeira serie de ficção científica, “Notívagos”, contemplada em 2015 no edital da Ancine/FSA. Desde 2009 trabalha também com teatro, criando instalações audiovisuais para espetáculos, tendo trabalhado com nomes como Enrique Dias, Alessandra Colasanti, Pedro Brício. A partir de 2012 passa a desenvolver uma pesquisa artística, mesclando as áreas do cinema, teatro e artes visuais. Em 2013 foi convidada pela curadora Beatriz Lemos para participar de uma residência artística dentro da Bienal Internacional de Arte da Bolívia para realizar um filme e ministrar uma oficina. Em 2014 foi artista convidada a participar do projeto multidisciplinar “Diário de férias”, vencedor do RUMOS, Itau Cultural 2014, onde criou um laboratório para adolescentes em Rio das Pedras. Em 2015 participou da exposição “A mão Negativa” no Parque Lage, com curadoria de Bernardo de Souza. Em 2016 participou da exposição “Depois do Futuro” com curadoria de Daniela Labra, também no Parque Lage e da “I Mostra de Imagem em Movimento do Parque Lage” na Casa França Brasil coordenada por Lisette Lagnado. Ainda em 2016, participou da Residência Artística “Futuros Sequestrados” no Capacete, das coletivas “InstaArt Toulouse” e “PopUp Toulouse”, ambas na Galeria Toulouse e “Gabinete Contemporâneo de Curiosidades” na Galeria Oriente. Ganhou Menção Honrosa no II Prêmio Reynaldo Roels Jr. da EAV Parque Lage e MAM. Durante o mês de janeiro vai participar da Residência Artística “Largo” em Lisboa. mais info sobre a artista http://marianakaufman.com/  
Artista
Projectos Relacionados: 

Eventos Relacionados