Gui Garrido

Gui Garrido
Nacionalidade: 

Gui Garrido frequenta o curso de Artes Plásticas na ESAD (Caldas da Rainha). De 2004 a 2006 estuda dança contemporânea no Forum Dança e Impulstanz em Viena, Áustria.

Como coreógrafo ele criou os seguintes duetos: " I WANT MORE FANS YOU WANT MORE STAGE" com António Pedro Lopes (2008),  " a couple dance" com Mia Habib (2009),  "Still Difficult Duet" (2007) e " Still Standing You" (2010) com Pieter Ampe. Criou o seu primeiro solo " GO JOHN" em 2011 e estreou "BEST BEAST" em Janeiro de  2012, a sua primeira peça como coreógrafo. Estreou também em Maio de 2012, a peça " A COMING COMMUNITY", uma colaboração com Hermann Heisig, Nuno Lucas e Pieter Ampe.

Colaborou com Paula Diogo, Cláudia Gaiolas e Jan Machacek, para a instalação “Try Romance” que teve estreia em Novembro de 2013 em Marselha Capital Europeia da Cultura, e em 2015 cria “Bits and Pieces put together to present a semblance of a whole” para o grupo BTB na TanzHaus Dusseldorf. 

Entre 2007 e 2009 é o programador do ciclo de jovens coreógrafos no âmbito do Festival A Fábrica (Porto).

Com António Pedro Lopes, organizou Sweet & Tender Collaborations (Porto 2008), uma residência artística para 45 artistas de todo o mundo durante 1 mês. Este projecto foi uma parceria com o Teatro Nacional São João entre outras entidades nacionais e internacionais.

Em 2012, a convite da Culturgest (Lisboa), cria com António Pedro Lopes o projecto CELEBRAÇÃO. Um ciclo dedicado aos jovens coreógrafos nacionais e reflexão sobre as condições do trabalho artístico em território nacional.

Em 2014 cria festival A PORTA, um festival multidisciplinar que ocorre em Leiria e desde 2015 integra a equipa do festival TREMOR em São Miguel, Açores. É, desde 2017, produtor da rede de digressões da nova música portuguesa SUPER NOVA.

É Director Artístico do projecto Sob o Mesmo Céu, financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian no âmbito do programa PARTIS (Práticas Artísticas para a Inclusão Social), e desenvolve diversos projectos para a Câmara Municipal de Leiria (Festa dos Museus, Floresta Viva, entre outros).

Interessa-lhe continuar a desenvolver projectos de cariz cultural e social e desenvolver o seu trabalho como curador e programador de diversos projectos artísticos.
 

Artista
Projectos Relacionados: